Categories: LGBTI+Notícias

Marrocos: descubra os Kabareh Cheikhats, travestis que questionam as normas de gênero

Kabareh Cheikhats, um grupo de travestis que homenageia os tradicionais cantores marroquinos que celebram o amor e a revolta contra o colonizador. Um espetáculo transgressor que questiona as noções de feminilidade e masculinidade num pais tão conservador como Marrocos.

Um coletivo marroquino cujo nome é Kabareh Cheikhats – كباريه الشيخات  -, composto exclusivamente por homens que se “disfarçam” de mulheres, surgiu com um objetivo simples, homenagear cantores e dançarinos marroquinos comumente chamados de “Cheikhates” que fazem a música chaâbi – literalmente, a música do Povo – há muitos anos, e que continuam fazendo isso. Homens maquiados e com roupas femininas, interpretando papéis femininos, pode parecer estranho no Marrocos, porém não é uma prática nova. Podemos até considerá-la comum ou mesmo corriqueira, especialmente na praça Jamaa el Fna em Marrakesh.

Kabareh Cheikhats é uma experiência que começou em 2014, e que após  um incrível sucesso de público levou a trupe a repetir no Vertigo em Casablanca.

A mulher sheikha há muito é estigmatizada pela sociedade. Este é um dos motivos pelos quais o Kabareh Cheikhats quer homenagear todos os grandes cantores de outrora que contribuíram para a preservação do patrimônio da música marroquina, como Cheikha Kharboucha ou Zahra Elfassia.

Praça Jamaa el Fna em Marrakesh >> http://faispasgenre.fr/

Há um bando de homens em Casablanca. Cabelos escuros e barbados, usando calças e camisetas de lona, ​​jogando fliperama antes de um ensaio. E então há o personagem de Kabareh Cheikhats, sua “sheikha”, a mulher que todos personificam no palco. Para Ghassan El Hakim, o diretor, será uma ruiva provocadora e sedutora, que adora reescrever a história e beber para afogar uma velha dor de cabeça.

“Há subversão em nossa abordagem. Interpretar uma mulher permite-nos libertar-nos como homem face aos padrões, libertar o nosso corpo ”, confidenciou Ghassan El Hakim, o diretor.

Essa fluidez de gêneros permeia a performance artística. A barba, as tatuagens e a maquiagem coexistem sob as perucas. Vozes roucas escapam dos seios vestidos com cafetãs coloridos, esses vestidos longos que vão até os tornozelos….

Próximo evento em Paris

KABAREH CHEIKHATS en concert
Vendredi 11 Juin 2021 à 20h00
Cabaret Sauvage , Paris (75)

 

 

Fontes >> http://faispasgenre.fr/2019/01/30/lartification-de-resistance-maghreb/

Pimenta.Club

Toda a informação sobre sexo: produtos sensuais, relatos eróticos, dicas de sexo e relacionamentos no Pimenta.Club. Garotos e garotas de programa no Pimenta, @s melhores acompanhantes do Brasil.

Recent Posts

USP procura bissexuais, gays cisgêneros e trans para testes de vacina contra HIV

A Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) está buscando voluntários no Brasil…

2 meses ago

As chaves para o sucesso de uma acompanhante de luxo

"Sou uma empresária. Trabalhei muito, persegui oportunidades e explorei meus talentos " Svetlana era uma…

2 meses ago

Homem estupra e rouba garotas e manda ZAP pra dizer que é portador de doença

Suspeito tinha pago o programa adiantado, mas usou uma arma para ameaçar as garotas forçando-as…

2 meses ago

Candidatos Trans nas eleições. Números mostram falta de representatividade política.

A semana passada publicávamos no nosso blog uma breve história de Shawn Skelly, ex-comandante da…

2 meses ago

Quem é Shawn Skelly? Transexual ex-comandante da Marinha nomeada para equipe de Biden

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, nomeou a veterana trans ex-comandante da Marinha…

2 meses ago

Cliente mata garota de programa e deixa outra ferida em Manaus

Uma mulher que trabalhava como garota de programa na zona Leste de Manaus foi morta…

2 meses ago