Categorias
Notícias Sexo Sexo online

Garota de programa, usa fotos de Mc Mirella num site de acompanhantes da Itália

A funkeira Mc Mirella, confinada no programa da TV Record A Fazenda 12, deu o que falar este semana por ter sido “hackeada” em um site de garotas de programa em Milão, na Itália

Mc Mirella, como um dos maiores destaques de A Fazenda 12

Segundo a jornalista Fábia Oliveira, do Jornal O Dia, uma amiga que vive na Europa ficou perplexa ao ver as fotos da cantora oferecendo seus serviços num site de acompanhantes na Itália, sabendo que ela está confinada no reality show da Record há mais de um mês.

Foto Mc Mirella no Twitter

Na verdade, uma garota de programa brasileira de 25 anos, afincada em Milan, utiliza as fotos de Mc Mirella e oferece serviços sexuais para pessoas do sexo masculino e feminino. Sendo assim, aproveitando que a famosa está dentro de A Fazenda 12, ela faz sucesso em Milan, sendo uma das mais buscadas pelos clientes na hora de brincadeiras adultas.

A garota “substituta”, se deu bem e contrato o plano Top Premium do aplicativo

Aparentemente, ninguém ainda reclamou sobre o “golpe” dado pela garota de programa, já que, mesmo se passando por Mc Mirella para conseguir cativar os clientes, ela não foi banida do sistema de registrados, e ainda foi aceita no plano Top Premium.

A falta de denuncias, pode ser um dos motivos para a garota continuar on-line, mesmo com a dificuldade para confundir as tatuagens no corpo da Mc Mirella.

No que respeita ao sua andadura na televisão, Mc Mirella continua fazendo sucesso. Na última semana o público que acompanha A Fazenda se revoltou com os comentários machistas dos participantes sobre MC Mirella. No Twitter, levantaram a tag “Mirella Merece Respeito” após declaração de Lipe Ribeiro dizendo que a funkeira dá em cima dele.

Categorias
Notícias Sexo Sexo online

Nikole Mitchell, conheça a pastora que virou Sex Worker

A pastora que virou Sex Worker

Iria receber milhares de dólares para fazer um programa, e para mim tudo bem, mas então o Covid bateu e o programa foi cancelado.

Tendo crescido em uma família batista estrita, esperava-se que Nikole Mitchell fosse quieta, reservada e doce. Mas seus sonhos não eram tão conservadores. Desde muito jovem, ela fantasiava ser uma stripper”, e agora trabalha como modelo erótica no OnlyFans,

“Fui doutrinada a acreditar que meus desejos e meu corpo eram pecaminosos e maus por natureza.” falou numa entrevista no NY Times. Então, em vez de perseguir seu sono de ser estripper, a mãe de três filhos apostou tudo na religião  e se tornou uma pastora. Mesmo assim, ela sempre foi rebelde aos olhos de sua família.

“Aprendi que as mulheres não podem liderar e que as mulheres devem estar na cozinha e com as crianças”, disse Mitchell, “Portanto, embora isso fosse contra tudo o que me disseram, decidi me tornar [pastor] por causa do meu desejo exibicionista.”

Em 2011, Mitchell, junto com seu agora ex-marido, juntou-se à Woodland Hills Church – uma megaigreja evangelista em St. Paul, Minnesota – que abriu seus olhos para a possibilidade de igualdade de gênero dentro da fé.

Todos os domingos, Mitchell era a primeira da fila a fazer uma pergunta ao pastor após o sermão e em pouco tempo ofereceram um posto de pastor. “Estar no palco na frente de milhares de pessoas – era isso que eu sonhava há anos.”

Ansiosa por subir na hierarquia, Mitchell – que também criava três filhos agora com 10, 7 e 4 anos – conseguiu uma vaga como pastor semanal em 2016.

Mas a verdadeira identidade de Mitchell começou a se revelar quando ela assistiu a uma apresentação de teatro voltada para LGBT no final de 2016.

“Eu estava tipo, ‘Oh meu Deus, eu acho que não sou hétero‘ e isso abalou meu mundo”, disse Mitchell, que agora se identifica como bissexual e pansexual. “Eu sabia que se revelasse minha estranheza, perderia tudo porque a igreja não acolhe pessoas LGBTI+.”

De repente, ela se sentiu como se estivesse vivendo “uma vida muito dúplice” e lutou para manter sua sexualidade em segredo. Então, depois de dar seu primeiro sermão de fim de semana de grande público de 4 de julho de 2017, Mitchell deixou a igreja para sempre.

“Eu simplesmente nunca apareci de novo,” ela disse.

Diante da reconstrução de sua vida, ela se perguntou o que viria a seguir. Alguns meses depois, Mitchell saiu publicamente em um vídeo confessional no YouTube postado em suas plataformas de mídia social.

“Comecei a seguir a esposa do meu coach [no Instagram] que estava fazendo modelagem de lingerie”, disse Mitchell. “Eu fui meio desencadeada por isso. . . mas também fui magneticamente atraída. ”

Mitchell sabia que ela queria se aprofundar em seus próprios desejos sexuais e se inscreveu em uma aula chamada “Sexpress You”.

Em seguida, ela se juntou a um fotógrafo para fazer sua primeira sessão de fotos nuas.


Chorei porque nunca me senti mais santa e sagrada em minha vida”, ela relembrou sobre a filmagem. “Nunca me senti mais sexy e livre do que antes.”

Emocionada com sua nova vocação como stripper e modelo erótica, Mitchell lançou uma conta no OnlyFans onde posta seus trabalhos.

Mitchell se mudou para Los Angeles em agosto de 2019 e se divorciou do marido em junho, mas hoje, Mitchell está mais feliz do que nunca.

“Cada pessoa tem o direito de se expressar da maneira que for melhor para ela e é assim que isso é bom para mim”, disse ela.

E embora seus dias de pregação possam ter ficado para trás, despir-se, para Mitchell , é igualmente sagrado.

“Minha sexualidade é incrivelmente curativa e sagrada”, disse ela. “E quando eu dou este presente às pessoas, isso as abençoa.”

“Eu comecei muito devagar postando apenas fotos de topless, mas agora estou no ponto em que levo pedidos pessoais e faço vídeos sob medida para os desejos específicos das pessoas”, disse Mitchell, que também trabalha como coach de vida e oferece cursos como “How to Unf – – k Yourself” sobre como ser você mesmo.

Fonte: https://nypost.com/2020/09/23/this-bisexual-pastor-turned-stripper-has-never-been-happier/

Categorias
Acompanhantes Garotas de programa Sex Work is Real Work

STRASS – O Sindicato francês d@s Profissionais do Sexo

O STRASS ou Syndicat du TRAvail Sexuel existe desde 2009 na França. Foi criado por profissionais do sexo durante a Conferência Europeia da Prostituição, que se realizou então em Paris; Reuniram-se profissionais do sexo, acompanhadas por advogados, assistentes sociais, sociólogos, etc.

O Pimenta.Club está na luta com o STRASS para que todas @s profissionais do sexo tenham os mesmos direitos que qualquer trabalhador. È preciso ter representatividade para que exista uma defesa contra qualquer violação dos direitos da classe.

STRASS para quem?

O STRASS representa todas as profissionais do sexo, independentemente de seu gênero ou tipo de trabalho sexual envolvido. Garotas de programa, (de rua ou anunciantes em site de acompanhantes), atores pornôs, massagistas eróticos, dominatrizes profissionais, operadoras de telefone rosa, modelos de webcam, strippers, modelos eróticas, etc.

O STRASS dá atenção especial às mulheres – ao adotar uma postura feminista baseada no direito de todos de dispor livremente de seu corpo – e aos migrantes – ao adotar uma posição crítica em relação às políticas de migração que os colocam em perigo.

Women from the STRASS trade union (Syndicate for sexual workers) hold placards reading “Stop repression, not our clients” (R) during a protest march to condemn violence against women, on November 23, 2019 in Marseille, southern France (Photo by CLEMENT MAHOUDEAU/AFP via Getty Images)

O STRASS para quê?

#apenas-os-direitos-podem-parar-os-erros

  1. Exigem a aplicação da lei comum a todas as profissionais do sexo. Até à data, a legislação francesa é particularmente discriminatória contra as trabalhadoras do sexo que são prostitutas (de rua ou de interior), como resultado da política proibicionista seguida pela França.
  2. Lutam pelo reconhecimento de todas as formas de trabalho sexual, contra sua proibição, pois todas as disposições repressivas que dificultam seu exercício mantêm as trabalhadoras do sexo na insegurança e na ilegalidade.
  3. Exigem que as trabalhadoras do sexo, especialmente as estrangeiras e em situação irregular, sejam efetivamente protegidas contra o trabalho forçado, a servidão e a escravidão, bem como o tráfico para esse fim, em aplicação do direito comum. As crianças também devem ser protegidas de forma eficaz contra a exploração sexual.
  4. Exigem o desaparecimento do código penal das disposições que sancionam especificamente o “aprovisionamento”. Supostamente nos protegem dos exploradores, também impedem a prática da prostituição ao nos negar a possibilidade de nos organizarmos (impedindo-nos, por exemplo, de compartilhar um local de trabalho) ou de nos beneficiarmos de qualquer ajuda externa. Estas disposições têm também como consequência isolar-nos cada vez mais do resto da população, acusando-nos de procurar qualquer pessoa que beneficie dos nossos rendimentos, incluindo membros da nossa família ou amigos, a menos que provem que o seu estilo de vida corresponde a seus recursos.
  5. Por último, opõe-se veementemente à penalização dos clientes na França. A lei já permite punir as agressões ou agressões sexuais, bem como “clientes” de menores, em particular pessoas vulneráveis ​​ou vítimas de trabalho forçado ou tráfico. Sancionar clientes de profissionais do sexo adultas, na ausência de qualquer abuso ou violência, não só mina a liberdade sexual, mas também tem o efeito de piorar a situação, tornando o trabalho e a vida mais precários.

Rejeitamos a ideia de que somos, por princípio, vítimas que deveriam ser salvas, contra a nossa vontade.

Manifestações contra crime de solicitação pública

Na França, profissionais do sexo representadas pelo STRASS entraram na luta no 2015 para a revogação do crime de solicitação pública. Quaisquer que sejam as opiniões sobre a prostituição, o povo francês é unânime em afirmar que as prostitutas não devem ser penalizadas. Na prática, a lei de solicitação pública implicava que os clientes estavam cometendo um delito na hora de solicitar os serviços de uma acompanhante.

A STRASS afirmou que o crime de solicitação publica, só ia reforçar o status dos trabalhadores sexuais de pessoas “socialmente inadaptadas”, o que é estigmatizante e devia ser revogado.

Atendimento para denúncias de violência

O STRASS criou um endereço dedicado para profissionais do sexo que tiveram uma experiência de violência psicológica e / ou física, abuso, extorsão, intimidação, chantagem, ameaças, falta de pagamento, etc. Você pode entrar em contato conosco para obter informações, aconselhamento jurídico ou até mesmo suporte para registrar uma reclamação e as consequências (na medida do possível). Você pode escrever para nós em service-juridique@strass-syndicat.org Entre em contato conosco em caso de violência: violences@strass-syndicat.org

Categorias
Acompanhantes Garotas de programa Notícias

Padre preso após sexo com duas Dominatrix no altar

O reverendo Travis Clark é acusado de ter um trio com a atriz de filmes adultos Mindy Dixon, 41, e Melissa Cheng, 23, na Igreja Católica Romana de São Pedro e São Paulo, na Louisiana, em 30 de setembro. Eles foram pegos em flagrante por um transeunte que decidiu verificar a igreja de Nova Orleans depois de ver as luzes ainda acesas às 23h. O cidadão foi até a janela para ver o que estava acontecendo e ao olhar, percebeu que havia uma festa de sexo a três com dominatrix. , Ele filmou o encontro e alerto a polícia.

O padre seminu foi visto tendo relações sexuais com duas mulheres que usavam espartilhos e botas de salto alto.

A festa estava pronta, com iluminação de palco, brinquedos sexuais e um telefone celular em um tripé filmando o encontro. Um post em uma conta de mídia social associada a Dixon disse que um dia antes ela estava a caminho da área de Nova Orleans para se encontrar com outra dominatrix “e profanar uma casa de Deus”.

O religioso e suas acompanhantes, identificadas como Mindy Dixon,de 41 anos e Melissa Cheng, garota de programa de 23 anos foram presos, acusados de obscenidade por praticarem sexo em um lugar  à vista do público.

O padre e as 2 mulheres foram presos por supostamente violar uma lei de obscenidade que proíbe as pessoas de fazer sexo em público.

O que é bizarro é que a única maneira que a testemunha poderia ter visto era espiando pelas janelas!!!!

O caso aconteceu em 3setembro, mas só foi revelado pela imprensa internacional nesta semana.

Revolta do Arcebispo

O arcebispo Gregory Aymond chamou o ato de “demoníaco”. Ele estava vestido com sua estampa sacerdotal … bem, apenas parcialmente.

Travis Clark era capelão de uma escola secundária católica da região e estava à frente da igreja de São Pedro e São Paulo desde o ano passado. Ele foi ordenado sacerdote em 2013. A arquidiocese de Nova Orleans, suspendeu Clark de suas funções.

Um ritual religioso será feito pelo arcebispo Greg Aymond para restaurar a santidade do altar.

O arcebispo disse que a única maneira de restaurar a santidade da igreja, era queimar o altar, acrescentando: “Estou furioso. Quando os detalhes ficaram claros, mandamos remover o altar e queimado. Vou consagrar um novo altar amanhã. ”

Altar queimado após suposto trio dentro da igreja; arcebispo chama as ações do padre de ‘demoníacas’
Categorias
Acompanhantes Dicas para sexo Sexo

Dafne Anãzinha responde as perguntas das #GarotasPimenta

Nossa amiga Lia Regina, mais conhecida como Dafne Anãzinha, combinou com nossa equipe uma entrevista onde nossas  acompanhantes anunciantes no Pimenta.Club faziam as perguntas.
Ao longo de uma semana perguntamos a varias das nossas anunciantes mais fieis qual é a pergunta que fariam para a Dafne Anãzinha.

Na época da fama, ela chegou a participar de programas como “Pânico”, “The Noite” e o “Programa do Ratinho”.

As questões para a Lia foram selecionadas entra mais de 50 perguntas efetuadas pelas nossas acompanhantes em um formulário pop-up acessível desde nossa área de usuários.

Assista a seguir a primeira parte:

Para quem gosta de ler, temos a versão por escrito da entrevista.

Perguntas das #GarotasPimenta para Dafne Anãzinha – parte I

1.- Quanto vc cobra(va) por hora? 

Não. Eu cobrava um valor fixo de 150,00, mas não cobrava por hora era livre. Mas normalmente os clientes não ficam muito tempo no motel, a maioria é casado. Garotas de programa que se preocupam com o horário os clientes nunca voltam.

2.- Qual posição vc mais gosta?

Eu gosto de ir por cima

3.- Vc gosta de q?

Eu gosto de muita preliminar antes do sexo, para eu me sentir muito molhada

4.- Se largaria tudo hj pra voltar a vida de gp?

Hoje não, eu estou casada não largaria o marido por nada. Mas nunca diga nunca kkkk

5.- Vc chupa gostoso?

Sim no meu livro tem um crédito de como chupar gostoso kkkk. Adoro engolir a porra todinha

6.- Se ela conseguiu sair dessa vida de pg?

Sim, faz 4 anos que estou casada, foi um pedido do meu marido.

7.- Gostaria de saber se você gosta de ser selvagem na hora do sexo ?

Sim, eu gosto muito de gritar, gemer, pedir mais. Eu adoro ser selvagem. Adoro algemas, adoro mijar na cara dos homens.

Dafne Anãzinha responde as perguntas das Garotas Pimenta

8.- Vc começou como? foi instigada por propostas?

Eu falo isso detalhadamente no meu livro, mas eu comecei sem ninguém me falar, eu fazia sexo com os homens em troca de mac donalds, depois de um tempo coloquei anuncio nos sites e comecei sozinha, sem intermediários. Homens que saiam comigo antes da prostituição não queriam me assumir por ser anã. Na prostituição foi o contrário minha deficiência foi motivo de curiosidade.

Eu fiquei revoltada com esses homens e passei a cobrar. Os clientes me tratavam melhor do que os homens que eu não cobrava nada.

9.- Como ela conseguia seus clientes famosos?

Olha eu acho que esses clientes famosos me procuravam para realizar suas fantasias, eles mesmo viam os anúncios, não teve intermédio de ninguém.

Eu atendi eles antes de ficar famosa, então acho que vai de ter um anúncio sincero do que você faz e não faz. Um bom anúncio é tudo. Seja a mais sincera nesse quisito. E também vai de boca a boca se a menina é boa todos ficam sabendo dela rapidamente. No meu livro tem 10 dicas de como atender bem o cliente.

10.- Quero fazer clientes fixo, o que eu faço?

Isso é muito pessoal de cada menina, às vezes não da pra agradar todo mundo entende? Se você tiver paciência para conversar com o cliente, entender o que ele realmente quer, Nunca ficar olhando o relógio, atender bem ele. Fazer um sexo bem gostoso e carinhoso ele sempre volta.

11.- Uma técnica pra aliviar a dor quando o cara for muito dotado

Olha eu nunca tive técnica, nada melhor do que um dia após o outro. Mas quando o cara era muito dotado eu ficava por cima porque doia menos. Se ele insistir de quatro você vai se deitando lentamente kkk.

12.- Você em algum momento se envergonhou por ser acompanhante ?

Nunca senti vergonha do que eu fazia. Quando fiquei internada por depressão (eu conto isso no livro) eu aprendi uma coisa: Saber o que quer fazer e ser a melhor naquilo.

13.- Se ela está feliz com a atividade?

Eu era extremamente feliz na época em que eu era prostituta, hoje eu sou muito feliz também. Me sinto realizada. Meus clientes me fazia me sentir a melhor pessoa do mundo e isso é ótimo para a autoestima

14.- Como faço pra ganhar clientes mais rápido?

Você vai ter muitos clientes só se você atender bem ele, como falei, não adianta nada finjir que gosta, você tem que tentar ao máximo entender o cliente, entender porque ele está ali com você. Conversar muito, deixar ele falar. A melhor propaganda é o boca a boca, se um cliente gostar de você ele te indica para os amigos e assim por diante. Acho importante ter um blog, pois os homens adoram que falem deles.

15.- Vc atendia clientes p viagens ou fds?

Sim, eu atendia todos os dias no motel, mas tinha clientes que me pediam para viajar com eles, mas isso vai da pessoa confiar. Tem muita gente querendo fazer mal para outras meninas, acho importante atender no motel sempre. Tome bastante cuidado.

Lia lançou o livro “A Pequena Notável: Dafne Anãzinha” em formato digital disponível a venda no . amazon.com por R$23 e de forma gratuita para os usuarios Kindle. Na obra, ela ralata sua vida durante e depois da prostituição.

 

Categorias
Garotas de programa Sex Work is Real Work Sexo

Falta representação política para profissionais do sexo

O trabalho sexual ganhou destaque nos últimos anos – mas muitos dos candidatos as próximas eleições de 2020 ainda relutam em opinar sobre a questão. Enquanto @s profissionais do sexo continuam a pressionar pelos direitos da classe, é difícil não se perguntar: por que é tão raro para os políticos falar sobre isso?

Nos Estados Unidos, após a estrela pornô Stormy Daniels se tornar uma espécie de ícone feminista, o público parece ter se tornado mais simpático, ou pelo menos mais consciente das experiências das trabalhadoras do sexo.

Na Europa, mas concretamente na Holanda, Amsterdã tem sido considerada o modelo da indústria do sexo moderna, com a prostituição legalizada e renomeada como parte da indústria do lazer.

Stormy Daniels, há ‘mais de um lado em cada história

O Conselho Internacional da Anistia Internacional realizou uma votação para proteger os direitos d@s profissionais do sexo. Delegados e delegadas de todo o mundo se uniram para aprovar uma política sobre o assunto.

“Os trabalhadores e trabalhadoras sexuais são um dos grupos mais marginalizados do mundo e, na maioria dos casos, enfrentam risco constante de sofrer discriminação, violência e abusos. Nosso movimento global preparou o terreno para a adoção de uma política para a proteção dos direitos humanos dessas pessoas, que ajude a orientar o trabalho futuro da Anistia Internacional sobre assunto tão importante”, disse Salil Shetty, secretário-geral da Anistia Internacional.

Falta de representação política no Brasil

O Código Brasileiro de Ocupações (CBO) tem registrada à prostituição com o número 5198. O código penal não criminaliza o exercício da atividade, mas pune todos os envolvidos na cadeia da prostituição, à exceção dos clientes. Assim, elas podem trabalhar de forma autônoma, sem o “auxílio” de terceiros.

Expor as dificuldades sofridas por acompanhantes com serviços de sexo desperta sentimentos de desconforto, fundados no moralismo de que elas ou eles desfrutam da “vida fácil”.

Os direitos das acompanhantes e profissionais do sexo é um assunto que deve ser discutido, junto com  outros temas de máxima relevância como a violência sexual, o tráfico de pessoas, e à exploração sexual de crianças e adolescentes.

Estudos feitos no 2010 falavam em perto de 1,5 milhão de trabalhadores do sexo. Através de associações, principalmente constituídas por acompanhantes e ex-profissionais do sexo, alguns grupos organizados surgiram, mas faltou o apoio maciço da classe para ganhar representação política.

Qual a posição dos candidatos para as eleições de 2020 sobre os direitos no trabalho sexual? NÃO SABEMOS!!!

A sindicalização tem sido usada por vários grupos sociais como uma ferramenta eficaz em movimentos baseados em direitos.

Nem todas as trabalhadoras do sexo podem ou querem ser ativistas e mudar o mundo. Muit@s profissionais do sexo gostam de manter seu mundo em privado, porém a coletivização parece ter algo para todos. Muitas acompanhantes vivem uma vida de luta para sobreviver, mas encontrariam tempo para se envolver ativamente na luta pelos direitos da classe representadas por um coletivo organizado.

O Brasil carece de avanços em políticas públicas de reconhecimento da classe.

A categoria de profissionais do sexo, sobre a qual pouco se fala, sofre com grande intensidade os efeitos da Covid-19. Assim como entregadores, motoristas de aplicativo e outros cujas condições de trabalho obrigam a se arriscar pelas ruas, trabalhador@s do sexo tem sofrido com grande intensidade os efeitos da Covid-19.

Categorias
Dicas para sexo Notícias Sexo

Quase a metade das acompanhantes gosta de sexo anal

Sexo anal é prazeroso? Todos deveriam experimentar?

Tem muita literatura ao respeito do sexo anal. A bíblia não restringe e nem prescreve formas de  práticas sexual entre pessoas (casadas). Será que as mulheres apenas têm medo porque nunca fizeram ou o parceiro não foi cuidadoso, mas que se fizerem direito, vão adorar?

Para saber se o sexo anal é prazeroso, perguntamos para nossas #GarotasPimenta

Você gosta de sexo anal?

Numa enquete realizada entre os dias 6 e 18 de setembro entre uma seleção de nossas anunciantes acompanhantes, perguntamos quais eram suas preferências ao respeito do sexo anal.

46% das acompanhantes disseram gostar de sexo anal e indicaram que quando é contratada como acompanhante, está incluso no cachê cobrado ao cliente.

Quase um quarto das nossas participantes na enquete, os 23%, afirmou que depende do cliente. A confiança com o cliente, se for um cliente habitual ou não, assim como o tamanho do seu pinto, a experiência em fazer o ato, podem ser alguns dos motivos.

Os 20% das #GarotasPimenta declaram que não gostam de sexo anal, mas que no caso do cliente solicitar tem um cachê extra para isso, e mais de 8% das acompanhantes do Pimenta afirmaram não gostar de sexo anal e não praticam com os clientes, mesmo pagando.

Pode-se concluir que o sexo anal é uma questão de gosto. Tem gente que gosta e tem gente que não gosta.

Serviços de sexo com ou sem anal?

Muitas de nossas acompanhantes, com experiência oferecendo serviços de sexo, declaram explicitamente nos seus anúncios que não fazem sexo anal. Vitória, acompanhante em Natal, faz questão de explicitar isso no seu anúncio: “Vitória tenho local próprio climatizado não faço anal“. Já outras acompanhantes como a Brunna, acompanhante em Serra, declara no seu anúncio prestar um serviço de sexo anal inesquecível >> Brunna Branquinha Anal inesquecível

Para uma acompanhante, o sexo anal pode ser um reclame. Sexo anal, chuva dourada, fetiches e fantasias de todos os tipos ajudam a conseguir clientes que querem satisfazer seus desejos.

Brunna Branquinha Anal inesquecível

Sexo anal provoca câncer de colon?

NÃO.  Não há essa correlação com câncer. Para desmistificar questões relativas ao anus, o médico Eurípedes Barsanulfo tem um perfil no Instagram >>  Papo de Reto  e acaba de lançar o livro >> Papo de Reto – Tudo o Que Você Queria Saber Sobre Seu Ânus, Mas Tinha Vergonha de Perguntar.

Categorias
Notícias Sexo online

Raíssa Barbosa da “A Fazenda” tem vídeos no Onlyfans

A ex-miss bumbum, Raissa Barbosa, uma das participantes de A Fazenda 12, teve o seu perfil do OnlyFans, divulgado nas grandes mídias.

Participante do programa de televisão da Record TV  A Fazenda, a garota vem dando o que falar dentro e fora do reality. Raíssa já revelou ter ficado com o funkeiro Kevinho e fofocaram que ela era amante de Dynho Alves, ex da MC Mirella.

Raissa tem encantado seus fans com trabalhos feitos pela sua equipe e postados nas redes sociais. Neste quarta-feira (16/9), um deles causou polêmica.

Na conta oficial do Twitter, Raíssa aproveitou a exposição diária na Record TV e divulgou seus trabalhos no Onlyfans. Muitas acompanhantes do Pimenta.Club participam do Onlyfans.

Em sua página no OnlyFans, Raissa Barbosa tem publicadas mais de 500 trabalhos para os assinantes.

Vale ressaltar que durante o confinamento, a ex-mis Bum-bum chegou a dizer que recebia mensagens de Arthur Aguiar. “Não queria falar sobre isso, é uma coisa chata. Teve um casal que estava no ‘boom’ da separação e no dia que anunciaram, eu entrei em uma live, nem sabia que iria dar esse ‘b.o’.. Entrei na live de um amigo e ele me falou: ‘você que conversava com tal pessoa e essa tal pessoa era casada’.

Só que eu só respondi o direct e meu amigo viu, entendeu?”, contou.

A equipe do Pimenta.Club está desenvolvendo una plataforma para acompanhantes em São Paulo, muito parecida com o Onlyfans. Em breve teremos mais notícias.

Categorias
Garotas de programa História Sexo

Conheça a lei Gabriela Leite que ia regulamentar profissionais do sexo

O Projeto de Lei 4.211/12 que ia regulamentar a atividade dos profissionais do sexo, de autoria do deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), foi arquivado o passado 31/01/2019 pela Mesa Diretora ( MESA ) nos termos do Artigo 105 do Regimento Interno da Câmara dos Deputados

O projeto foi batizado de Lei Gabriela Leite em homenagem à escritora, presidente da organização não governamental (ONG) Davida e ex-aluna de sociologia da Universidade de São Paulo (USP), que decidiu virar prostituta aos 22 anos. Gabriela foi muito ativa na luta pelos direitos das prostitutas e  morreu em 2013.

No projeto de lei, Jean Wyllys, defende que a marginalização das pessoas que lidam com comércio do sexo leva à exploração sexual.

“Aquela prostituta de classe média alta, que divide um apartamento no Rio ou nos Jardins, em São Paulo, talvez seja menos vulnerável que o proletariado da prostituição, que depende das casas e de exploradores sexuais. Eu quero proteger os direitos delas, garantir a dignidade e combater a exploração sexual de crianças e adolescentes. Digo, “elas”, porque a maioria das pessoas que realizam trabalho sexual são do gênero feminino, mas o projeto também beneficia os garotos de programa.

Há quem discorde dessa posição. Tânia Navarro Swain, feminista e historiadora da Universidade de Brasília se considera “abolicionista”. Ela é contra a legalização da prostituição por acreditar que isso significaria a institucionalização do proxenetismo. Os proxenetas, que são vulgarmente conhecidos como “cafetões”, segundo Tânia, seriam transformados em empresários.

“A prostituição é a maior violência social contra as mulheres. A legalização da prostituição incentiva o tráfico ignóbil, imundo e nojento, que força as mulheres a se prostituírem. É um ato que só favorece os homens e o patriarcado. Mulheres não são mercadorias, são pessoas”, disse a historiadora.

Jean Wyllys, no entanto, afirma a intenção não é incentivar a prostituição. “As prostitutas existem, e elas estão prestando esse serviço. E se há um serviço, há demanda. A sociedade que estigmatiza e marginaliza a prostituta é a mesma sociedade que recorre a ela. Na narrativa mais antiga produzida pela humanidade, a prostituição já é citada. Não é à toa que dizem que é a profissão mais antiga do mundo”.

O debate divide opiniões: grupos religiosos, cidadãos comuns e até dentro dos grupos feministas, os mais diversos argumentos são listados.

Marcela Azevedo, representante do movimento Mulheres em Luta, diz que o projeto, caso aprovado, vai regulamentar a mercantilização do corpo feminino. “Nós entendemos que a prostituição é colocada para as mulheres como parte do processo de opressão. A perspectiva de melhoras, como direitos trabalhistas e combate à violência, deve ser garantida pelo Estado independentemente da regulamentação da profissão. Qualquer mulher na rua, de dia ou de noite, com qualquer roupa, deve se sentir segura para transitar, e o Estado deve garantir isso”.

Cida Vieira, presidente da Associação de Prostitutas de Minas Gerais (Aprosmig), defende a legalização da profissão e afirma que, como qualquer outro profissional, a prostituta deve ter o direito de se aposentar e receber benefícios.

A sociedade que marginaliza os profissionais do sexo é a mesma sociedade que reclama seus serviços.

De acordo com a Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), no exercício de algumas das atividades, os profissionais do sexo podem estar expostos a intempéries e discriminação social, além do risco de contágio de doenças sexualmente transmissíveis (DST), maus-tratos, violência de rua e morte. O Projeto de Lei Gabriela Leite previa a necessidade do direito à aposentadoria especial, por se tratar de trabalho em condições especiais – que prejudicam a saúde ou a integridade física.

Desde 2002, a prostituição está no rol das ocupações brasileiras. Reconhecida pelo Ministério do Trabalho e Emprego, a atividade dos profissionais do sexo é restrita aos maiores de 18 anos.

Cida diz que, com a legalização, as prostitutas se empoderaram. “Quando elas têm informação, dão a cara a tapa, brigam por seus direitos e a violência acaba não acontecendo. Hoje, elas ficam a mercê da fiscalização, nas ruas, podendo ser violentadas. Todo mundo quer se aproveitar da pessoa que está na rua, vulnerável”.

De acordo com o texto do projeto arquivado, a exploração sexual ocorre quando há apropriação total ou maior que 50% do rendimento da atividade sexual por terceiros; quando não há pagamento do serviço sexual; ou quando alguém é forçado a se prostituir mediante grave ameaça ou violência.

O projeto buscava fazer uma clara distinção entre o que é trabalho sexual voluntário – praticado por pessoas adultas – e a exploração sexual de adultos.

O profissional do sexo poderia prestar serviços como trabalhador autônomo ou em cooperativas, e as “casas de prostituição” seriam permitidas desde que não ocorra exploração sexual”.

Para o deputado Jean Wyllys, a legalização da casa de prostituição é fundamental para tirar o seu funcionamento da clandestinidade, “ou seja, passar de um funcionamento manejado pela corrupção dos órgãos de fiscalização, para uma regulamentação objetiva e com mecanismos de controle que possam ser acionados. A ilegalidade permite os abusos dos cafetões e cafetinas, os abusos da polícia, a propina, a repressão, a violência.”

Marcela Azevedo afirma que o movimento Mulheres em Luta não trata do tema do ponto de vista da moralidade. “Nós nos solidarizamos com as lutas dessas mulheres contra violência, exploração, por direito a se aposentar. Mas a gente acha que o caminho não é regulamentar, pelo contrário, é superar a prostituição. A alternativa é garantir as condições para que as mulheres que estão em situação de prostituição, não por opção mas por necessidade, que possam construir a sua vida em outra condição”.

Fonte: https://agenciabrasil.ebc.com.br/direitos-humanos/noticia/2016-03/projeto-que-regulamenta-atividade-de-profissionais-do-sexo-esta

Categorias
Garotas de programa Notícias

Maior criminoso sexual em série dos últimos tempos, preso em S. J. do Rio Preto

A polícia acredita que José Antônio Miranda da Silva, de 47 anos, tenha cometido 17 estupros, três homicídios consumados, nove homicídios tentados e nove roubos a vítimas de São José do Rio Preto.

O delegado Wander Solgon, que cuidou do inquérito, ressaltou que uma das dificuldades encontradas durante a realização das investigações, foi justamente o perfil das vítimas escolhidas pelo maníaco, ele explicou que “são vítimas, geralmente em situação de rua, geralmente usuárias de droga, algumas garotas de programa. Então são vítimas que, normalmente são mais arredias em manter contato com a polícia.”

As investigações duraram 2 meses; A Deic de Rio Preto concluiu o inquérito e a conclusão mostrou que o primeiro estupro teria sido praticado em abril de 2018. Um ano depois que ele saiu da cadeia, onde cumpriu pena de 20 anos por homicídio e estupro.

A última vítima identificada quase morreu nas mãos do criminoso, no dia 7 de maio deste ano. Ele cortou o pescoço dela com uma faca e, depois, jogou fogo na mulher, de 29 anos.

O delegado falou sobre como José Antônio era agressivo com as vítimas, e contou o que ele fazia.

“Geralmente dava socos, chutes, amarrava o pescoço delas com corda, cordão. Pegava uma faca, uma faquinha até de cozinha, e passava pelo corpo delas, então, muitos cortes eram superficiais, mas teve vítima que sofreu mais de 40 cortes.”

Um esposo educado, gentil e amoroso, características que o deixavam longe de qualquer suspeita de envolvimento em crimes tão brutais.

Segundo o depoimento da esposa para a polícia, em casa o criminoso era uma pessoa totalmente diferente.

O suspeito nega as acusações, diz que saiu com algumas destas mulheres, mas que eram todas garotas de programa, e afirma que não houve qualquer agressão ou estupro.

Agora, com o inquérito policial concluído, o suspeito segue preso preventivamente no Centro de Detenção Provisória de Rio Preto, onde aguarda julgamento.

Categorias
Garotas de programa Notícias Sexo

MC Biel, acusado de dar calote em garotas de programa, está prestes a entrar na “A Fazenda”

Prestes a entrar no reality show ‘A Fazenda’, exibido na RecordTV de propriedade da igreja Universal, o cantor Biel de 24 anos foi acusado pelo empresário Eduardo Ferreira de aplicar um calote de R$80 mil nele.

Depois de lançar Assume e Onda Fora do NormalMC Biel esta divulgando em todas as plataformas digitais -pela Warner Music- a faixa Fé Na Maluca, uma colaboração com MC Fael Halls.

Este é o terceiro single do artista e faz parte da nova empreitada no cenário fonográfico: uma nova música e clipe inédito por mês até novembro deste ano.

Acusado de dar calotes em garotas de programa

“Custos com farras em prostíbulos… Ele não pagou as profissionais” Uma vez, eu o acompanhei a uma casa de massagens na Rua Augusta e ele levou mais de cinco garotas de programa pra casa e não as pagou. Elas ameaçaram ir para a imprensa e fazer um B.O., e então eu tive que arcar também com esse prejuízo“ declarou o empresário ao diário O Dia

MC Biel, irá participar da próxima edição de ‘A Fazenda‘, contudo, mesmo tendo feito alguns sucessos no passado, o cantor carrega muitas polêmicas envolvendo seu nome.

O empresário afirmou que MC Biel não pagava os serviços que contratava e ainda afirma que em varias ocasiões teve que custear garotas de programa que Biel contratou e não pagou.

Um golpe de R$80 mil

O empresário contou à colunista que levou um golpe de R$ 80 mil do Biel juntando as despesas de janeiro a março deste ano. A parceria dos dois durou três meses: ”O empresário conheceu o Biel através de um amigo artista e contou do seu sofrimento e que precisava de uma agência. Como bom manipulador, ele disse que sofreu um golpe da Warner Music. Que eles tramaram sua queda e que inventaram uma história para descredita-lo“.

Começamos a trabalhar com ele, e ele morou na minha casa em janeiro, antes de voltar das férias do Brasil para os EUA“, conta Eduardo.

Audiências na justiça americana

Ele voltou para EUA, pois tinha audiência com a justiça americana. Então comprei as passagens, e ele disse que tudo seria devolvido por um investidor que era dono da Nickelodeon. Quando voltou ao Brasil, vimos que era tudo mentira”.

Acusado de dar outros golpes

E por onde passou deu golpes em outros empresários. “Por conta de altos gastos, eu tive um prejuízo grande com minha empresa, o que resultou nas demissões de famílias. Não espero mais nada dele, apenas que pague a família do Vinnie, pois seu pai ficou doente com esse enorme prejuízo. E eu saio com prejuízo emocional (mesmo com prejú de R$80mil). Cheguei a ter depressão e tive que reduzir meus sonhos demitindo funcionários por conta dos prejuízos morais e financeiros.

“Tentamos conversar, e ele veio até minha casa humilhando a mim e as pessoas com quem trabalho“, finaliza.

Anitta responde

Em conversa com o jornal O Dia, o empresario Eduardo falou duma conversa que teve com o ex-cliente e agora inimigo. “Como um bom manipulador, ele me disse que sofreu um grande golpe da Warner e da Anitta. Que eles tramaram sua queda e que a história da repórter (que ele assediou) foi combinada porque precisavam cancelar ele para subir a Anitta“

Anitta respondeu a polêmica em uma publicação do perfil @nanarude“Comente abaixo, você aí de casa também, sob [sic] sua experiência de como acabei com sua vida…”, escreveu a famosa nos comentários.

Anitta respondeu a polêmica em uma publicação do perfil @nanarude

 

Categorias
Notícias Sexo

Políticos e transexuais: A Idade de Ouro do Brasil

O novo romance de João Silvério Trevisan, “A Idade do Ouro do Brasil” inspirado no presidente Bolsonaro sob o mesmo teto que um grupo de políticos corruptos e uma turma de garotas de programa transexuais, foi ganhador do prêmio Jabuti e de dois prêmios da Associação Paulista de Críticos de Arte.

O livro relata a disputa de poder entre o submundo da política e travestis paulistanas.

A Idade de Ouro do Brasil

“Fui me inspirando em fatos desde aquele período de 1987, quando comecei a escrever. A Vera Bee, professora, eu conheci na vida real, era o Marcão. Ele dava aula na universidade e à noite se montava para fazer travestismo.” declarou Trevisan.

O livro tem 30 anos de idade. Nasceu como um roteiro de filme, que seria estrelado por Marco Nanini. Mas, no fim da década de 1980, Trevisan não conseguiu quem financiasse o projeto.

‘Realmente, eu pensava que estava não sei em que país.”

O romance é ambientado no 2009 e Lula segue no auge do poder, o Brasil compõe o grupo dos BRIC e os poços do pré-sal começam a jorrar dinheiro. Políticos e empresários se reúnem para articular a criação de um novo partido almejando acesso fácil ao dinheiro que está por vir.

O encontro tem tudo para dar certo, não fossem dois imprevistos.

  1. A visita de um ex-capitão do exército, que os colocará em xeque.
  2. A entrada em cena das transexuais Afrodites da Pauliceia, sob o comando da veterana Vera Bee, prfessor universitário durante o dia, que à noite vira fornecedora de cocaína

Elas são convidadas para alegrar o final das reuniões. Nas noites de excesso que se seguem, as brigas começam e o poder é disputado a ferro e fogo.

A Idade De Ouro Do Brasil
Categorias
Sex Shop Sexo

Os melhores Sex Shop de Natal

Nossa equipe foi procurar os melhores Sex Shops de Natal. O setor dos brinquedos eróticos e sex shop tem vinte anos que vem crescendo no Brasil.

Paula Aguiar, presidente da Associação Brasileira das Empresas do Mercado Erótico e Sensual estima um aumento nos negócios no próximo 2020 de até um 20%.

Em nossa seleção aparecem as melhores sex shop de Natal com loja física. O Pimenta.Club aconselha comprar em lojas que tenham todas as garantias e evitar portais com duvidosa credibilidade. Se você não quer comparecer na sex shop para comprar seus brinquedos, tudo bem, mas tem que ter um lugar onde você reclamar no caso de ocorrência de fraude.

Sex Shop Desejos

Produtos destinados ao universo da Sex, que despertem a vaidade, a sensualidade, a intimidade, o desejo e de toda mulher e seu parceiro.
Ótima localização na Roberto Freire, não tem loja virtual.

Localizado em:
Loja B 02, Av. Engenheiro Roberto Freire, 1776
Natal-RN 59082-400

Telefone:(84) 3236-47350
  • Não tem loja virtual.

Íntimo Fetiche Sex Shop

Fornecem produtos e serviços ao atacado e varejo desde 2015, atendendo com excelência, empatia e respeito as diversas formas de amar e sentir prazer.

Localizado em:
Rua Paranduva, 208 A – Potengi – Natal – RN | Cep:59.110-180

Telefone:(84) 998503340

 

  • Disponibiliza seus produtos numa sex shop com loja virtual no seu site https://www.intimofetiche.com.br
  • Tem política de devolução de produtos.
  • Atacado e varejo de lingerie, cosméticos e brinquedos eróticos.

Intima Flor Lingerie

Além de artigos sensuais tem uma enorme variedade de lingerie e moda praia.

Localizado em: Centro Comercial Ernani Melo
Av. Abel Cabral, 1397B – loja 18
Nova Parnamirim, Parnamirim – RN, 59151-250

Telefone: (84) 2040-1945
WhatsAPP: (84) 98807-6652
https://www.intimaflor.com.br

  • Disponibiliza seus produtos numa sex shop com loja virtual no seu site.
  • Tem política de devolução de produtos.

La Vedette Deluxe Natal

A La Vedette Deluxe é uma Boutique especializada em Artigos para o Prazer e Sedução, Lingeries Sensuais, Acessórios de Fetiche e Sex Shop.

Loja Natal
R. Cel. Milton Freire, 2865 – Lj 06,
Capim Macio, Natal-RN
Telefone:  84 3217-4514
Telefone:  84 98705-6354 Loja Pipa
Av. Baía dos Golfinhos, 748, Galeria Vila Mangueira, Tibau do Sul-RN.

  • Disponibiliza seus produtos numa sex shop com loja virtual no seu site https://lavedette.com.br
  • Oferece serviços de Sex Coach
  • Oferece cursos e palestras para o público interessado.

<

Seduza Sex Shop

Muito mais que uma loja a Seduza te ajuda a dar um “up” na sua relação, oferecendo os acessórios mais indicados para o seu caso.

Localizado em: Rua: Vigário Bartolomeu 571 loja 11/
Galeria Center Eldorado.
59025-100 Natal 

Fetitxe Sex Shop

Loja em Parnamirim preços com descontos.

Localizado em: Av. Maria Lacerda Montenegro, 1732 – Nova Parnamirim, Parnamirim – RN, 59152-600 

Telefone: (84) 3091-2569

  • Não disponibiliza seus produtos numa sex shop com loja virtual

Sex shop. Íntimas chamas

Uma empresa séria que trabalha com produtos eróticos das melhores marca do mercado.

Rua Professor Antonio trigueiro. N-467
Felipe camarão Natal – RN 59074-100
Telefone:  84 98769-9590 

Categorias
Notícias Sexo

Homens conscientizam sobre os direitos das trabalhadoras do sexo em Amsterdã

Homens profissionais do sexo foram às vitrines da organização My Red Light, em Amsterdã, no fim de semana passado (2 e 3 de agosto), durante o Pride Amsterdã.

Foi uma rara oportunidade para os visitantes de Amsterdã tirarem fotos dos modelos masculinos de acompanhantes, já que fotos não são permitidas no distrito da luz vermelha sem a permissão de profissionais do sexo.

Alinhando-se ao tema do Amsterdam Pride, “Lembre-se do passado, crie o futuro”, o objetivo do evento de 3 de agosto era conscientizar sobre os direitos das profissionais do sexo.

Os trabalhadores do sexo masculinos também precisam de locais de trabalho BONS, SEGUROS e LEGAIS. Durante o Amsterdam Pride deste ano, My Red Light e HUNQZ.com estão colaborando para criar consciência sobre a necessidade de locais de trabalho bons, seguros e legais para TOD@S as profissionais do sexo – homens e mulheres. 

Normalmente, as janelas tipo peepshow que cercam o distrito da luz vermelha, conhecido como De Wallen, estão cheias de garotas de programa seminuas que anunciam os bordéis.

Jens Schmidt, empresario gay que fundou a HUNQZ ( Garotos Escorts ) fez parceria com a My Red Light ( Garotas de Programa e Acompanhantes ) para organizar o projeto. Ele contou que caminha pelo bairro vermelho regularmente a caminho de casa.

A HUNQZ é a maior rede de acompanhantes masculinos para o serviço de companhia gay, bissexual e transexual com mais de 38.000 usuários registrados em todo o mundo. Clientes e acompanhantes podem conversar discretamente e reservar datas através da rede.

Como seria diferente se houvesse homens nas janelas também?

Jens Schimdt falou que “O distrito da luz vermelha é muito direto, então é bom ter um pouco de homossexualidade lá”, ele continuou, explicando que há uma rua para prostitutas transgêneras e outra para mulheres, mas nenhuma para homens gays.

Zona vermelha
A Holanda, outrora apoiada por sua posição progressista sobre a prostituição quando legalizou a prática em 2000, está experimentando uma reação adversa à crescente oposição ao trabalho sexual regulamentado. Para atingir o tráfico sexual, o Senado holandês está considerando uma legislação que punirá os clientes das trabalhadoras do sexo se pagarem por sexo com alguém que tenha sido traficado, atacado ou coagido, informou o Independent.

Categorias
Dicas para sexo Sexo

Estudo revela que educação pode influenciar no orgasmo

Um estudo realizado na Alemanha sugere que quanto mais educação tiver a mulher menor são as chances de ela chegar ao orgasmo.

A pesquisa, inédita no mundo, gerou muito controvérsia e foi realizada com 2 mil mulheres de vários países com idades entre os 18 e 50 anos. Os resultados mostram que 62% das entrevistadas que possuíam ensino superior tem problemas frequentes para chegar ao orgasmo, enquanto apenas 38% das mulheres com menos educação tem o mesmo problema.

Segundo a pesquisa, varias acompanhantes e garotas de programa foram inseridas na pesquisa sendo que os resultados foram os mesmos aos das outras mulheres.

Para a equipe de pesquisadores Alemã a explicação é a diferença entre os perfis sociais das mulheres, pois as mulheres que estudaram mais geralmente possuem mais responsabilidades e consequentemente mais estresse, o que leva a dificultar a relaxação necessária para atingir o orgasmo.

É importante entender a fisiologia do orgasmo e os aspectos culturais envolvidos para ter uma vida sexual satisfatória.

Muitas mulheres se queixam da falta de desejo sexual. Esse é um fenômeno inerente à vida moderna sendo que as mulheres antigas não tinham esse problema? Boa pergunta!!!

Fatores culturais, religiosos, morais e de educação influenciaram – e ainda influenciam – a maneira de entender e praticar o sexo.

 

Categorias
Garotas de programa Sexo online

As melhores garotas de programa no Twitter

Com estratégias profissionais de postagem, usam seus perfis para conquistar clientes e fechar programas. O Pimenta.Club levantou as contas do Twitter das garotas de programa com mais de 100.000 seguidores, as chamadas Influencers do Sexo.

As postagens são fartas de fotos sensuais, closes nos seios e bumbum à mostra, misturando agradecimentos aos clientes do tipo “Obrigada meu belo pela noite de ontem, foi um prazer conhecer você, espero retomar contato em breve” ou os agradecimentos dos mesmos apos o programa; “Você é uma gata, arrasou, ganhou um cliente fixo“.

Veja quais as garotas de programa que estão bombando nas redes sociais.

O Twitter oferece a possibilidade das garotas indicar sua localização ao viajar. É muito comum as garotas de programa anunciar na sua conta que vai ficar uns dias numa cidade o que anima aos clientes e seguidores a marcar um programa aproveitando a visita da garota.

Outra vantagem que pode-se adicionar a publicação de perfis das garotas de programa no Twitter é a simplicidade e a clareza do trato: ninguém engana ninguém. A garota e o cliente podem criticar ou comentar depois do programa normalizando a “relação comercial” e dando ao cliente a oportunidade de dar sua opinião ou denunciar se foi enganado.

Se quiser mudar meu telefone, é só mudar no Twitter, explica Vitória Samara, massagista profissional e garota de programa em Natal

O perfil do Twitter foi fundamental para Mirella Buaro fazer sucesso na Espanha como garota de programa Brasileira. Com hashtags do tipo #culazobrasileño e postando apenas poucas veces por mes, já tem 126 mil seguidores no twitter.

Outras acompanhantes como Patricia Kimberly reconhecem ter feito um investimento para criar sua imagem nas redes sociais.

“Um cliente habitual me disse para investir dinheiro nas redes sociais. Foi a melhor coisa que fiz na minha vida. Tem dia que fecho ate 5 programas pela internet”

As melhores garotas de programa no Twitter

@LannaferrariGp

LANNA FERRARI®

Tweets 1,532
Following 134
Followers 176K
Likes 4,538
São Paulo


@BuaroMirella

Mirella Buaro

Tweets 392
Following 48
Followers 126K
Likes 1,029
Madrid


@pattykimberly

Patricia Kimberly

Tweets 2.006
Following 822
Followers 119K
Likes 731
São Paulo


@RabanneSabrina

Sabrina Rabanne

Tweets 3.965
Following 66
Followers 125K
Likes 1975
Porto Alegre


@mayagp

Bárbara Maya

Tweets 389
Following 220
Followers 105K
Likes 1.389
São Paulo


Se você conhece alguma garota de programa que mereça estar na nossa lista deixe uma resposta.

Categorias
Dicas para sexo Sexo

Dicas de sexo para mulheres um pouco mais velhas

Sua vida sexual muda com o passo dos anos e seu corpo envelhece. Essas mudanças podem ser confrontadas e você pode ter um sexo saudável e satisfatório durante toda a sua vida. Escolhendo um parceiro de sexo que seja do seu agrado, cuidando da sua saúde e mantendo uma boa perspectiva emocional, a sua vida sexual pode ficar ainda mais rica ao longo dos anos.

O Pimenta.Club juntou umas dicas de sexo para mulheres maduras que você não pode deixar de conferir:

Lubrificar

Quando uma mulher envelhece, a lubrificação para a relação sexual diminui naturalmente. Isso pode ser corrigido usando um lubrificante à base de água.

No começo, aplicar um lubrificante para o sexo pode parecer estranho, mas se acostumará rapidamente com isso. Você pode até mesmo incorporá-lo em jogos preliminares ao sexo.

Vibradores e Masturbação

Fazer sexo e ter orgasmos traz benefícios emocionais e físicos. As mulheres não devem se sentir culpadas pela masturbação. Vibradores e outros dispositivos podem ajudar muito na hora de ter um sexo gostoso.

Aproveite sua experiência

As grandes amantes da história foram feitas, não nascidas! Aproveite sua experiência e surpreenda seu parceiro.

Muitas pessoas esperam que o sexo seja fácil, mas raramente funciona dessa maneira no mundo real. Assim como qualquer outra habilidade, ser boa na cama leva tempo e prática que você já ganhou com os anos.

Lidar com disfunções eréteis

Para os homens, o problema de ter uma ereção é uma parte esperada quando ficam mais velhos. Se isso acontecer com seu parceiro de sexo, ajude-o a resolver esse problema. Seja natural e tenha paciência no sexo.

Sexo seguro

Qualquer adulto sexualmente ativo precisa se proteger de doenças sexualmente transmissíveis. As infecções sexualmente transmissíveis, incluindo o HIV, estão aumentando em adultos mais velhos .

Este aumento é devido a muitos fatores, incluindo o fato de que mais divorciados e viúvas que estão escolhendo namorar e fazer sexo novamente.

Não assuma que um parceiro sexual mais velho é um parceiro sexual seguro. É sempre melhor praticar sexo seguro.

Sinta-se linda

À medida que as mulheres envelhecem , elas podem se sentir menos atraentes sexualmente, o que pode interferir no desejo sexual.

Claro, seu corpo muda à medida que você envelhece, mas isso não reflete em seu valor ou sua capacidade de fazer sexo.

Vivemos em uma cultura que constantemente nos mostra imagens de juventude e beleza. Ignore mensagens e estereótipos da televisão, revistas e outras fontes de mídia e abrace seu corpo e sinta-se linda em todas as fases de sua vida.

Experimente novas posições

A dor causada pela artrite ou outras condições pode interferir no sexo. Experimente diferentes posições sexuais e você pode encontrar uma que funcione melhor e que pode facilitar seu orgasmo.

Além disso, as condições de dor são geralmente menos graves em determinados momentos do dia. Você pode tentar fazer sexo quando a dor é menos.

Categorias
Sexo Sexo online

10 melhores sites para o sexo

O Pimenta.Club quer ajudar a escolher o melhor site de relacionamento onde encontrar pessoas que dividem os mesmo pensamentos e desejos que você.

Veja à seguir nossa seleção dos melhores sites de namoro e sexo no www:

Categorias
Dicas para sexo Sexo

Dicas para manter uma ereção firme e prolongada

Um dos maiores medos entre os homens é não ser capaz de se manter firme quando se trata da hora H.

Se você olhar nos anúncios da internet sobre “como melhorar a ereção” ou “como evitar a disfunção erétil“, encontrará medicamentos, coquetéis de hormônios e remédios naturais sem evidências conclusivas nem comprovações científicas para apoiá-los.
Para ter uma ereção firme e prolongada de forma natural, comece por essas dicas simples bem testadas.

Dicas para manter uma ereção firme e prolongada

Dicas para ter uma ereção prolongada

Tire o laptop do colo

Os computadores geram muito calor, e o aumento da temperatura dos testículos joga contra a contagem de espermatozoides e os níveis de testosterona.
Isso acontece porque as células dos testículos que produzem espermatozoides são sensíveis à temperatura.

Não pense no trabalho.

Segundo estúdios científicos empresários na faixa etária dos 40-50 com grande sucesso, mas trabalhos estressantes, têm disfunção erétil.

O estresse no trabalho está diretamente relacionado a problemas de ereção

Se você não quer piorar sua vida sexual, deixe seu trabalho….no trabalho!
Além disso, pessoas viciadas em trabalho tendem a dormir mal e fazem pouco exercício, dois outros grandes inimigos da ereção.

Modere no álcool

Se você ficar bêbado para um encontro, você pode ter mais chances de acabar no leito do amor, mas, uma vez lá, há muito mais opções para broxar.

Você pode tomar algumas cervejas, mas se você é um daqueles que não pode parar, aconselhamos que você não comece.

Mais secundário, mas também importante, é que o álcool é uma substância depressiva, que o deixará mais cansado em geral, má notícia se você quer ser um atleta na cama.

Preste atenção aos medicamentos

Existem muitos medicamentos que podem afetar negativamente a ereção: pílulas para pressão arterial, antidepressivos, analgésicos narcóticos, anti-histamínicos…

Você já reparou que com o frio sua ereção também diminui? Uma possível explicação são os remédios com pseudoefedrina, usados ​​entre outras coisas para evitar congestão nasal, contraindo as membranas mucosas que se tornam inflamadas em alguns resfriados.

Medicamentos com pseudoefedrina para evitar congestão nasal podem afetar a ereção

Ou seja, se você tomar Iniston (antitussígeno ou expectorante), Termalgin Cold, Frenadol ou Complexo de Cortafriol, para citar alguns remédios para resfriado, você estará menos preparado para o sexo.

Dicas para manter uma ereção firme e prolongada

Sem cigarros

O tabaco danifica o epitélio (revestimento) dos vasos sanguíneos, afetando a massa muscular do pênis e dificultando a circulação do sangue. Se você fuma, será 50% mais propenso a experimentar episódios de impotência, de acordo com uma meta-análise realizada por cientistas chineses.

A associação é direta e bem documentada. Quanto mais você fuma, maior a probabilidade de broxar.

Dormir bem

Dormir cinco ou menos horas por alguns dias seguidos afunda os níveis de testosterona de crianças jovens e saudáveis ​​em dez por cento, diminuindo seu tesão e sua capacidade de ereção.
Se você tem insônia, há várias coisas que você pode fazer. Por exemplo, pare de olhar para o celular quando você acordar, porque isso piora as coisas.
Outro efeito colateral de não dormir o suficiente é que isso afeta a regulação dos hormônios cerebrais que influenciam as ereções, como a dopamina e a serotonina.

Dicas para manter uma ereção firme e prolongada

Cuide sua boca

Mais uma vez, tem a ver com a circulação do sangue. Quando há cáries ou gengivas inflamadas, o sistema imunológico ataca os patógenos da boca. As bactérias entram na corrente sanguínea, danificando os vasos e piorando o fluxo de sangue até o seu “amiguinho”.

A British Dental Health Foundation relata que quatro em cada cinco homens com disfunção erétil também têm doenças periodontais.

Categorias
Sexo

Coisas que os homens pensam durante o sexo

Durante o sexo, muitos pensamentos podem inundar nossas mentes, seja a questão de saber se estamos fazendo certo, se estamos realmente sentindo prazer ou se queremos realizar alguma fantasia; no entanto, a coisa clara é que esses pensamentos podem variar em homens e mulheres.

Segundo Clint Carter, editor da Women’s Health, estos são as sete coisas mais recorrentes e / ou pensamentos que todos os homens têm durante o sexo.

Sete coisas que a maioria dos homens pensa durante o sexo

“Você é perfeita!”

Ao contrário do que as mulheres acreditam, os homens não estão olhando com cuidado ou criticando o corpo. Se uma mulher tem celulite, estrias ou alguma ‘gordinha’, eles realmente não se importam, porque a conexão com essa pessoa é mais importante.

“O melhor corpo do mundo é aquele que você deseja”

Músicas e números

Quando sentem que vão terminar o sexo antes delas, os homens fazem de tudo para atrasar o orgasmo cantando as músicas mais estranhas ou até contando números. Tudo o que ajuda é bem vindo.

I do not know why women need to have everything what men have. Because women, among other things, have men

Instilar confiança

Embora os homens possam ter perdido o controle da situação, estar deprimidos ou com falta de energia, eles sempre farão com que acredite que nada está acontecendo.

Ereções (suas)

Os homens realmente se preocupam em não poder ter uma ereção ou perdê-la quando está no melhor do sexo. Normalmente, isso não é um problema quando não tem nenhum problema de saúde, mas pode ocorrer se estiver sob muito estresse, estiver muito cansado ou beber muito álcool.

“Você gostaria disso?”

São os principais pensamentos que invadem a cabeça dos homens cuando fazem sexo, porque é fundamental para sua mascunilidade que as mulheres gozem da mesma forma que eles.

“Onde você aprendeu isso?”

Se elas mostrarem truques no sexo que eles não conheciam, eles naturalmente ficarão impressionados e farão pensar como elas aprenderam. Quando o homem não tem conflitos, aproveite o momento e até mesmo acrescente variedade.

Coisas que os homens pensam durante o sexo

“Está passando!”

Os homens também ficam excitados, sentem borboletas no estômago e muitos nervos, mas dificilmente o dirão. Saber que eles estão com uma mulher sexy e muito gostosa, desencadeia uma onda de hormônios que os faz sentir felizes e isso é algo que eles adoram.

Eles amam sexo, mas quando os homens estão com alguém que realmente os deixa loucos, esse momento é o melhor